Tente outra vez!
    Essa semana conversei bastante com alguns clientes sobre nossas crenças e a força que elas operam em nós. E quando uso a palavra "crença" não estou falando sobre religião, mas sobre como nos posicionamos diante da nossa existência e de que forma o nosso jeito de acreditar nas coisas molda nosso caminho e nosso caminhar.       Tem um barato muito louco em ser humano nessa vida e é sobre isso que quero discorrer hoje.       Eu tive um peixe-beta de nome Netuno, e eu tenho uma gata de nome Pan...

Abrir Tópico

Além da nossa zona de desconforto!
Esses dias reli um poema da Rebecca Horn e fiquei um tempo mastigando aquilo. Quero te contar sobre isso, sobre o poema e sobre os devaneios que ele me trouxe.   Tu já ouviu falar de pássaros migratórios? São pássaros que não possuem waze ou gps, e que quando precisam migrar sabem exatamente a direção, por puro instinto. E quando falo MIGRATÓRIO, não ache que é voar de uma árvore para outra, é voar por quilômetros de distância, tipo 11 mil ou até 70 mil quilômetros. É muito chão...ou melhor, é muito ar. É um fenômeno fantástico, de uma beleza singular. ...

Abrir Tópico

O melhor de nossos erros!
    Quero trocar uma ideia com você sobre algo que vi e ouvi tempos atrás. Tá afim de embarcar numa viagenzinha interna? Então simbora.       Lá estava eu com a linda da senhora minha mãe, Dona Silvana. Fazia um tempo que não ficávamos juntos e nesse dia em especial decidimos que nosso encontro seria regado de assistir Master Chef. Ela adora, eu também gosto. Ela foi plugando o youtube (porque minha mãe é modernosa e só assiste o master chef que mais lhe agrada) e fomos nos acomodando no sofá.      ...

Abrir Tópico

Potencializadores do Passado!
    Lembro de um final de semana em que fui a São Roque. Estavam em minha caixinha de leite (vulgo fiat uno) eu, uma amiga da época da graduação e um ex professor, um dos poucos que tive que instigava o pensamento para além do convencional e nos provocava a sermos criadores de nós mesmos e não meras cópias ou repetições de conteúdos.     Durante a viagem de uma hora nós três conversávamos, calorosamente, sobre nossas vidas, os desdobramentos de nossas escolhas até ali e coisas do gênero. Meu professor narrava sua trajetória, a escol...

Abrir Tópico

Ponto de vista!
    COMO ANDAM SEUS OLHOS? O que você observa e contempla, e como observa e contempla? O que existe por trás do teu olhar? Quais teus limites com eles?     Os olhos, esse bendito par que carregamos no rosto. Já parou para pensar um pouco sobre eles? É o que iremos fazer aqui, agora. Hoje quero te mostrar que, às vezes, sem nos darmos conta, podemos alimentar em nós mais fé suicida, do que uma fé que nos coloca em movimento criador. Topa? Então #partiu aprofundar esses bang tudo?        Nossos olhos ca...

Abrir Tópico

Nas margens de mim mesmo
    Independência é uma palavra forte. Forte no significado e forte na ação também. Quero que pensemos um pouco sobre isso aqui, agora. E temos um ótimo exemplo prático em nossa história e é ele que vou usar de base.      Que tal fazermos um resgate histórico?  Coisa rápida e simples.     Há uns 193 anos atrás um grito foi dado nas margens de um rio: "Independência ou Morte!" Por ouvirmos essa frase tantas vezes ao longo dos anos, na escola e nos feriados de 07 Setembro, talvez ela tenh...

Abrir Tópico

Sobre o dia que colheremos estrelas do chão
    Era o ano de 2006, parece que foi ontem, mas já fazem quase 10 anos. Nessa época eu atuava como educador em uma das brinquedotecas da ACM, da região de Sampa. Você não faz ideia de como era divertido aquilo, e de como causava dor nas costas. Pensa que é fácil fazer cavalinho para mais de ''cento e duzentas'' crianças?     Eram de todos os tipos que passavam por ali, enquanto os pais faziam suas atividades. Havia o grupo das bailarinas mirins, dos jogadores mirins, dos tímidos mirins, dos curiosos mirins, dos bonzinhos mirins e, claro, ...

Abrir Tópico

Quando a falta se torna toda possibilidade no mundo!
    Esses dias, correndo num parque, me deparei com a figura de um pai ensinando sua filha andar de bicicleta. Corajosa que só ela, talvez com seus 6 anos, estava aprendendo a incrível façanha de pedalar sem rodinhas. Acha que é moleza?     Ela ria, ficava brava, desistia, voltava, insistia, caia, ria de novo. O pai acompanhava e respeitava, atento, todas a reações da filha ao novo aprendizado. A cena estava tão gostosa de ver que parei minha corrida pra observar, tanto o gesto do pai como o empenho da guria.     Em deter...

Abrir Tópico